segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Pausa para...


E aqui estou eu de ferias... na minha pausa para fazer o que quiser...
E sem acentos, pois o meu teclado de casa e daqueles que falam ingles...

Pausa para estar mais com a minha familia...
Pausa para poder dar passeios...
Pausa para fazer planos de juntar dinheiro para poder comprar coisas que faltam em casa...
Pausa para arrumacoes...
Pausa para sentir saudades...
Pausa para estar com as minhas meninas...
E pausa para organizar o que fazer quando acabar esta pausa...

...

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Fim ou Recomeço


O tempo passou...
Estou no fim da minha caminhada neste emprego...

Sinto um misto de tristeza, alegria, medo, esperança...
A mudança de caminhos acarreta estes sentimentos... uma incerteza do que será o amanhã...
Que portas se abrirão, que caminhos poderei percorrer...
Novos mundos, novos horizontes, novas oportunidades... e muitas recordações de tempos e vivências com pessoas especiais...

Espero do fundo do meu coração ter cumprido o meu papel nesta passagem, ter tornado a vida mais fácil para aqueles que estiveram ao meu lado, ter dado mais sorrisos que lágrimas.

É altura para um balanço na minha vida e para redefinição de objectivos...
Terei eu forças para atingir aquilo a que me proponho?
Tenho receio... não quero sucumbir, não quero desistir nem desmotivar...

Levo-vos comigo no meu coração... e todos os bons momentos que já passamos...
Estarei por aqui... neste mundo que é a nossa casa...
Podem obviamente continuar a contar comigo... apesar de ter a consciência de que a distância vai alterar o grau de intimidade, que se tem por se conviver todos os dias...

Recomeço o meu caminho educacional...
Para mim a educação é o desafio mais fascinante do mundo... Estamos aqui, todos para aprender... não as mesmas coisas, e por isso somos todos diferentes...

Mas de uma coisa eu tenho a certeza: nós somos todos iguais na procura de amor e de momentos de felicidade... e só os podemos ter uns com os outros, pois sozinhos no mundo, estamos vazios, não somos e nem temos nada... apenas vazios...

...

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Olá, como estás?


Adoro quando na rua, pessoas desconhecidas se entregam a sorrisos e desejos de "Bom Dia!"...

Sim... estamos todos no Planeta Terra e, por conseguinte, no mesmo "barco"...

Porque fingirmo-nos desconhecidos e ignorarmos o Ser Humano ao nosso lado?


Muitas vezes passam por mim velhinhos que olham... e eu fico a olhar para eles...

Passos lentos, olhares baixos... "Bom Dia!"... Por vezes assusto-os... mas logo há uma resposta...


Antigamente tirava-se o chapéu...


Hoje infelizmente, quase se se ignora...


...

Triste Surpresa...


O que fazer quando o nosso namorado (que não tem/tinha herpes) vai trabalhar fora - diga-se no Algarve - uma semana inteirinha e volta com herpes?????


Fico triste... e banho de água fria...

:-(

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Prazer no Trabalho...


Dá-me um certo prazer trabalhar quando sinto que até sou boa profissional...

Olho para uma pilha de papel e vejo... "Puxa, como trabalhei!"

Olho para aquelas propostas gigantesca e difíceis e começo por uma ponta... o que custa é começar... e num instante ela está feita! E eu que até me achava incapaz de a fazer...

Sim... há dias que me sinto feliz por ser uma boa profissional!

:-)

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

Sexta-Feira

E como já é normal neste meu cantinho, venho aqui dizer que gosto imensamente da sexta-feira!

A sexta-feira significa dois dias pela frente de total liberdade.


Encontro com a família e amigos, descoberta de coisas para fazer, descanso, aproveitamento ao máximo de cada minuto!

Saio do trabalho completamente de rastos... mas feliz porque é sexta-feira!

Porque é que o espírito da vida não pode ser sempre este de sexta-feira?
Porque no trabalho não há essa liberdade e escolhas de caminhos... Existem sim, regras rígidas que devem ser cumpridas... Horários de entrada, horários de saída e um caminho de volta a casa para descansar, pois no dia seguinte recomeça o ritual do trabalho...
...

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Simplesmente...


...não me apetece trabalhar...

Estou aqui sentada, olho para o pc... abro uma página e outra, e fecho-as. Jogo uns jogos... canso-me... Olho para as folhas de propostas empilhadas aqui à minha frente à espera que lhes dê um rumo... Não me apetece... E elas aqui continuam, à espera... e não saem daqui enquanto eu não decidir trabalhar...

Mas não me apetece...

Como sei que me vou embora desta empresa, parece que já fui... já cá não estou e já cá não me apetece estar... de todo... só o meu corpo aqui permanece, dia após dia, à espera que os dias passem e que a minha liberdade rapidamente chegue...

E como tal, sinto-me presa, asfixiada... porque quis fazer as coisas correctamente e sair bem... embora saiba que se fosse ao contário, nunca iriam ter essa consideração comigo... e isso dói...

Despediram recentemente um colega meu... disseram-lhe que eu também estava na lista, embora me tivesse adiantado à acção deles...

Fiquei triste... embora contente por ter agido antes deles... mesmo sem saber... nunca fui despedida e safei-me de o ser talvez por dias...

Será desculpa deles para o colega não ficar ressentido por ser o único? Ou estaria mesmo eu numa lista de "carga" a deitar barco fora?

Seja como for... está a ser violento para mim manter-me aqui e saber-me já fora da equipa...

Faltam apenas 10 dias... 10 longos dias que espero que passem rápido...

Preciso descansar, recarregar as minhas baterias, sonhar, fazer planos, arrumar a minha casa, a minha vida e os meus objectivos.

Quero sentir o sol... onde anda ele?

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Palavras para quê?


terça-feira, 4 de agosto de 2009

O Insustentável Peso...



...da Inércia...

Tenho passado os meus dias a jogar os jogos básicos do Windows...
A dar cabo dos meus olhos, pois jogo vezes sem conta até não conseguir ver mais as cartas, as bombas... até perder mesmo a paciência...

Mês de Agosto mal o telefone toca... e quando toca, lá se reclama porque o normal é mesmo ele perder o piu...

Saudades do excesso de trabalho, quando nem temos tempo para respirar e suspiramos por uma época assim... mais baixa... e quando ela chega... já não sabemos o que fazer com o tempo livre...


Porque é que SER Humano implica Ser-se complicado?
...