quarta-feira, 20 de julho de 2011

"Abraço Mágico"

"Esta fotografia é de um artigo intitulado "O abraço Mágico", que foi publicado na Newsweek. O artigo descreve detalhadamente a primeira semana de vida dois bebés gémeos. Cada um deles estava na sua incubadora e um tinha uma esperança de vida muito reduzida e estava previsto que não sobrevivesse.

Uma enfermeira quebrou as regras do hospital e juntou os bebés numa única incubadora, colocando o braço do bebé saudável por cima da irmã em perigo. Ela estabilizou o batimento cardíaco e a temperatura corporal atingiu os valores normais.

Coisa mais bonita, esta."

Não resisti a copiar isto daqui.
...

terça-feira, 19 de julho de 2011

A propósito do post anterior...

Hoje nasceu o meu mais novo priminho!
E isso é um momento de grande felicidade...
Mas o parto normal foi muito difícil e ele foi levado para uma encubadora...
E o que devia ser dia de festejo, parabéns e toda a felicidade do mundo, passou a ser de aperto no coração, de nervoso miudinho e ansiedade...
E não há mensagens, nem partilha, nem festa por ele já estar cá entre nós... Há alegria sim, sobretudo expectativa e um forte sentimento de esperança que os abraça - aos três papás e bebé - e que envia toda a luz do mundo para que tenham força para superarem este imprevisto... 
E apesar de compreender mais que PERFEITAMENTE, sei que este dia vai fazer parte da história de um bebé forte e lutador que daqui a 5 dias já vai poder vir para os nossos colos... Mas até conseguirmos digerir, aceitar e festejar, vai um bom bocado...

Por muito menos, eu passei dias e meses a chorar baba e ranho... Só e apenas porque o meu pequenito não pegava na mama... Só e apenas porque com todo o meu stress eu quase não tinha leite... Só e apenas porque o que eu idealizei ficou muito longe do que realmente foi... E a verdade é que eu não deveria ter tido expectativas... e tinha muitas...
Mas agora sei que foi perfeito... Foi como foi... e foi a nossa história... a nossa aprendizagem... 
Se mudava? Oh... mudava tanta coisa e tudo em mim... Mas para já, estou bem... hei de estar... quero estar... bem... :-) 

Qualidade fundamental...

... a ter, reter, aprender para sobreviver e possivelmente para estar bem na vida: FLEXIBILIDADE.
Sem ela, e da maneira como nunca é como nos sonhos, ficaríamos sempre frustrados e rigidificados no "como eu queria que fosse"...
Cada vez mais a vida ensina que é melhor não ter expectativas, é melhor apenas viver e aceitar o que a vida dá...
Programa-se tudo ao pormenor, mas há sempre aquele imprevisto que surpreende... 
E quando não foi como se esperava, não se vive? Não se festeja? Nega-se a experiência?
Quantas e quantas vezes...
E depois? Depois é tarde demais... Depois fica a saudade e a vontade de ter vivido diferente...
Mas no momento da dor...
...

Guess what am I?

Very difficult...
:-)

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Quero ser pato...


... gato, borboleta...
Tudo menos ser humano...
:-P

Negatividade

Ok... eu sou muito, sempre e demasiado negativa...
Para mim está sempre tudo mal...
Pois... e extremista também...
Tenho muitos erros cognitivos de base...

Infelizmente não aprendi a ser feliz...
Apesar de ter todos os motivos do mundo para o ser...
Puxo o mau... penso sempre sempre que de certeza vou para pior... porque afinal a minha mente é tão negra... e afinal eu não dou o real valor a tudo o que tenho... que de certeza que só se avistam nuvens densas para que eu valorize o bom e o bem...

Não... não quero piorar... eu sei que só posso e só devo ser feliz... Mas porque é que é tão dificil? Mas porque é que tenho tantos espinhos cravados no meu coração? E não os deixo tirar para sangrar e curar, não... Deixo-os tar para continuar a poder sofrer... Mas qual o medo de ser feliz?
...

O meu melhor amigo é o Facebook...

Ando perdida no mundo virtual... na ilusão de que estou acompanhada... de que lendo as pessoas estou mais próxima delas...
Mas não passa mesmo de uma ilusão... sei delas, sei o que estão pensando (ou o que elas permitem-me a mim saber), mas a aproximação é apenas virtual...
Não tem toque, não tem a partilha de um sorriso, de uma lágrima, de um desvendar de sentimentos contidos e escondidos no olhar...
Já ninguém me decifra... Já não decifro ninguém a não ser através das palavras escritas...
Sinto-me tão sozinha quanto posso sentir...
Tenho medos e fico a olhar indefinidamente para os novos feeds do Facebook como que a espera de uma palavra que me salve, como que a espera que alguém descubra que eu estou a precisar de um porto de abrigo, de um abraço, de um carinho... Mas apenas continuo no clique automático e espalho gostos e reproduzo informações pertinentes...
E estou aqui... pela noite dentro a espera... de quê? Já nem sei bem...

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Mais um sonho...

...com aquele significado fantástico...

Sonhar com o teto a cair: "problemas financeiros e judiciários; adie assuntos comerciais".
(In: http://www.significadodesonhos.com/t.php)

Bem, caia a casa, caia o teto, mas que eu e os meus fiquemos de pé...
Já percebi que não vou para melhor... pelo menos para já... Todas as áreas da vida insistem em me mostrar isso... Tudo bem... Venha o touro... Se temos que fazer alguma coisa é enfrentá-lo... Agarra-lo pelos cornos, não é verdade? Ou fugir... Também é uma opção... Para longe, muito longe... de preferência...
...

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Adoro 13!


O 13 sempre teve um significado especial para mim...
Há 11 meses atrás, numa sexta-feira treze, foi o dia de maior sorte da minha vida... Um dia que me mudou para sempre... Fez-me mãe... Mulher crescida e com tanto amor no coração que nunca imaginei possivel...
Por causa dele quero mudar...
Para ele quero ser melhor...
E tento todos os dias sorrir e buscar a felicidade nos seus olhos doces, no seu sorriso malandreco, nos seus primeiros passinhos... E sim... Sou tremendamente mais feliz há 11 meses...
...

terça-feira, 12 de julho de 2011

Até os sonhos...


... me mostram o que eu sei mas que não quero assumir...
Hoje sonhei com uma casa a ser demolida pelas águas do mar...
E o significado: "Nossa casa em sonhos não é mais que uma representação de nós mesmos, de nosso corpo e nosso lar interno. O que acontece com ela, ocorre no nosso interior. (...) Demolida ou vazia - insinua tristeza, devido a uma perda recente, um relacionamento rompido ou uma oportunidade perdida."; "Mar Agitado e turvo, faz-se prever aborrecimentos e dor. Como o mar representa travessias, sonhos com ele podem representar um desejo de renovação."
...

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Meu Deus...


Ajuda-me a espalhar e a fazer compreender a todo o mundo a importância de uma infância saudável, com amor, com cuidados, com sensibilidade...
Os primeiros anos, os primeiros cuidados, as primeiras emoções... É inimaginável o valor da construção de uma base sólida para o desenvolvimento saudável de todos os seres humanos... É cruel a crença de que é saudável deixar um bebé chorar... É saudável deixar um adulto chorar? A melhor reacção é ignorar o sofrimento ou o chamado de atenção? Seja o que for... O ignorar nunca é, foi, será a melhor solução... Para o sofrimento... O ignorar é uma das melhores soluções para as birras, para os comportamentos que não queremos reforçar, pois claro... mas nunca para o sofrimento... Daí a sensibilidade dos pais de saberem distinguir bem as situações... É dificil... muito... Mas não impossivel...

Estudo e estudo as bases de problemas de comportamentos, problemas de baixa auto-estima... todos eles com uma grande raíz nos primeiros anos...
Mesmo eu revejo-me em descrições de comportamentos de vinculação evitante:
"O comportamento de vinculação evitante é caracterizado por interrupções inexplicáveis ou comportamentos incompletos, padrão de comportamentos contraditórios, ou sinais de desorganização e apreensão em relação aos seus cuidadores. Esses comportamentos indicam a falha em estratégias de coping em situações stressantes e uma quebra na regulação de estratégias coerentes da emoção."
Relações amor / ódio... Falta de confiança naqueles seres que deveriam ser o nosso porto seguro... Necessidade de um crescimento rápido e precoce... E uma infindável lista de problemas que daí podem advir...

Lamentavelmente eu fiquei com sequelas... Foi o que consegui fazer com o que me deram... Infelizmente não consegui ser suficientemente forte e inteligente para "fugir do mau"...
E o medo está a voltar... mas esse assunto ficará para outro dia... Evitamento... Sim, claro!
... 

Sim... nesse dia eu vou dar valor...

...

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Bom Dia, Dia Cinzento!


"O cinzentismo dos dias encontrará sempre cor nos olhos que os vêem numa perspectiva de crescimento e não como ameaça à existência." By JPP in FB
...

segunda-feira, 4 de julho de 2011

Há dias...

... em que a neura é tanta que tudo o que eu queria era um saco de boxe!
E que bem que me faria!
:-)

sábado, 2 de julho de 2011

E quando já não queres?

...

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Verdades... Realidades...

Porque hoje é sexta-feira, primeiro dia do mês, e o trabalho não me está a render mesmo nada...
E a escolha de não estar livre até me ver livre disto... prende-me e não me deixa voar em paz de espírito... Há aquele fio, que mesmo que minúsculo, me puxa à realidade do dever... Está quase... estará ainda mais quase daqui a algum tempo... Que este ponto final que eu quero que chegue e claro, nunca mais chega... mas que quando chegar... ufa... Chegou e passou e valeu! Valerá? Valerá... Vai valer... Nem que seja para poder dizer: concretizei... lutei e por muitas voltas travessas que tenha dado, cheguei! Quando chegar...
...