quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Olá, como estás?


Adoro quando na rua, pessoas desconhecidas se entregam a sorrisos e desejos de "Bom Dia!"...

Sim... estamos todos no Planeta Terra e, por conseguinte, no mesmo "barco"...

Porque fingirmo-nos desconhecidos e ignorarmos o Ser Humano ao nosso lado?


Muitas vezes passam por mim velhinhos que olham... e eu fico a olhar para eles...

Passos lentos, olhares baixos... "Bom Dia!"... Por vezes assusto-os... mas logo há uma resposta...


Antigamente tirava-se o chapéu...


Hoje infelizmente, quase se se ignora...


...

3 comentários:

anna_stesia disse...

Também faço parte desse teu clube que não resiste a dizer um bom-dia, às vezes sem resposta... mas, é por tudo o que escreveste, que não desisto de o fazer: quando há retorno vale por todas as vezes, até as silenciosas :)

Hoje em dia ignora-se porque a grande maioria de nós são zombies que vivem, trabalham e respiram mecanicamente. Vegetam com uma aparência humana mas, lá no fundo, há muito que deixaram de se sentir assim. Há muito que deixaram de percepcionar o ser humano que com ele se cruza, todos os dias. Sucumbiram ao ostracismo involuntário ( às vezes... ) condenados pelo negrume das suas almas...
Que bom saber que ainda há Luz, Humanidade e Afecto, que ainda há PESSOAS, genuinas, como tu...!

Lua disse...

Minha querida!
Sim, sem a menor dúvida eu sei que fazes parte do clube das pessoas de Luz!
Assisti em ti um dos mais nobres actos de humanidade e amor ao próximo quando, não só deste alimento a uma pedinte da rua, como te deste a ti ao tocar-lhe com as tuas mãos... Deste-lhe muito mais que um alimento para o corpo... deste-lhe alimento para a alma!
És linda! Admiro-te muito!

Cris (Mahinder Kaur) disse...

Mais uma prova que não pertenço ao teu clube. Não digo bom dia. E, se possível, não me dirijam a palavra...