terça-feira, 18 de dezembro de 2012

E as amigas servem...


... para nos marcar uma consulta na psicóloga...
:-)
Espero que se avizinhem boas mudanças...
E que eu deixe de ter necessidade de vir para aqui despejar porcaria! Não... porcaria não!... Sentimentos se faz favor!...
São negativos, mas são sentimentos!...
...

domingo, 16 de dezembro de 2012

Tempo ao tempo...


A tempestade está a passar...
Já estou a ficar outra vez com a cabeça no lugar...
Agora tudo o que escrevi parece-me demasiado forte e negativo...
Um dia destes apareço mais forte...
Até esse dia então...
...

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

12.12.12

...

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

O que eu digo...

Que essa treta do: "o importante é o que fazemos com o que fizeram connosco" é bullshit!
E então as pUtas das reacções que eu odeio mas que tenho sempre que me passo da cabeça?
E porque é que só me passo da cabeça com o meu filho?
E porque é que não gosto nunca das pessoas que vivem comigo, sempre as desvalorizando...
E porque é que não consigo, nem por nada, ser feliz?
Porque????
Eu digo-vos porque:
Porque cresci com pessoas assim...
Porque desde que me conheço que vejo as pessoas (a minha mãe) a reagir de forma completamente desestruturada e neurótica com a vida e connosco (filhos)...
Porque lembro-me perfeitamente que nunca tive coerência da parte dela, nunca sabendo o que era certo e errado, nunca sabendo que reacções esperar...
Porque sempre soube o que era querer e ter, mas nunca tive pais para me orientar com paciência, com ouvidos atentos, com palavras doces, com amor e amizade... Nem sequer sei o que é isso...
E dizem para eu ser diferente?
Pois... como se eu não quisesse....
Como se eu não tentasse vezes e vezes... E mais uma...
Estou farta de ser como sou...
E se eu soubesse que não conseguia mudar, nunca teria tido um filho... Pois só eu sei o que eu e os meus irmãos (meu irmão principalmente) passamos...
E NUNCA, mas NUNCA quereria que o meu filho passasse por uma milésima do que eu passei...
Mas não sei reagir a contrariedades...
Não sei reagir a birras...
Não sei reagir a braços de ferro...
Não sei mesmo...
...


O que se diz...



"Muitos passam a vida se lamentando por conta das experiências vividas, culpando pais, parentes ou amigos. 
Entre muxoxos, reclamam dos outros, acreditando na fatalidade do vivido, como determinante de um hoje e um amanhã sem esperanças.
Oras, o mais importante é o que faremos com o que fizeram com a gente, já dizia o filósofo...
Podemos sentar e chorar, eternamente ou, no caminho contrário, arregaçarmos as mangas e irmos em frente, em busca de novas vivências.
Porque, no final das contas, a escolha será sempre nossa."
Claudia Gelernter

(Retirado do Facebook desta)

...

domingo, 9 de dezembro de 2012

Farta...

Farta desta vida de m...
Farta de ter que me fingir feliz porque a minha infelicidade incomoda...
Farta de ter que aceitar a casa que me calhou na rifa e que, escolhi para não ter que comprar outra...
Farta do meu filho e de todas as dúvidas dele ser normal ou não tal é a dificuldade em educá-lo...
Farta da sua dita birra alimentar que ele cisma em ir buscar sempre que há alterações de rotinas...
Farta de ter que ser politicamente correta e não poder dizer o que realmente sinto porque afinal, a minha vida não é assim tão má...
Farta de ver toda a gente à volta feliz e com pais fantásticos e com filhos fantásticos e com vidas fantásticas...
Farta de ter que fingir que afinal tenho uma boa família... TRETA!!!!
Os meus pais conseguiram matar qualquer pitada de amor que eu pudesse sentir por eles...
Sinto um ódio por eles serem o que são e pior... por me terem transformado na m€rda que sou...
E não me venham com tangas que cada qual faz o que quer com o que fizeram connosco .. Para mim isso é TRETA!!!! Estou sempre a tentar mudar, a tentar ser diferente, e vem-me sempre reações das pessoas de m€rda que me criaram... Ah e tal... podes mudar...
Ai sim? E COMO????
O meu desespero é tanto que não passa um só dia em que eu não queira morrer... Em que eu não deseje tanto desaparecer...
Mas pronto... É o que eu sinto...
E isso realmente, não é importante para mais ninguém... porque no fundo... sou mais uma pessoa completamente sozinha no mundo...
E adeus... que já falei demais...
...

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Casos ou Pessoas


Casos são pessoas... e pessoas podem ser complicadas...
Por vezes não sei o que fazer mas gostava de poder, e mais importante, de saber ajudar...
Por outro lado sei que, se não sabemos, não devemos sequer mexer...
A vida humana para além de muito complexa é também muito frágil...
E hoje, ouvir um miúdo à frente do pai a chorar e a dizer que já há muito tempo não se sente feliz como quando era criança, dói... e deixa-nos assim, sem saber o que fazer e o que dizer...
Para começar vou fazer um plano partilhado para: primeiro: ele saber o que os pais esperam dele; segundo: para que os pais o acompanhem mais e o possam valorizar nas suas conquistas...
A ver vamos...
...

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Fim deste mundo

Se o mundo termina ou não no dia 21 deste mês... não sei...
Só sei que nesse dia quero estar em casa, com a pessoa que mais amo neste mundo...
Só sei que todos os dias quero estar com ele... quero aproveitar cada minuto, cada ação, cada reação...
Sei também que quero ser melhor, quero lutar contra o monstro que está dentro de mim... Quero dar-lhe boas bases para que consiga transformar-se numa pessoa feliz, leve e sem problemas (tudo o que eu não sou...)...
E por eu não ser o desafio é gigantesco... nem sei se possível...
Por vezes tenho vontade de desistir, de o deixar para que ele seja feliz sem mim... mas depois lembro-me que sou mãe... que ele foi programado para me amar e me querer... que se eu desistir, posso estar a contribuir para uma infelicidade... aii... como saber?


Bem, mas o que eu queria mesmo dizer, é que me estou a organizar para ter uma vida melhor e, acho, mais fácil...
Começando por colocar todas as contas e objectivos no papel:
O que é realmente importante?

Estou a retirar da minha casa tudo o que está a mais: roupa, tralha, livros, brinquedos, louças, lençóis, móveis... tudo o que eu acho que não faz falta nenhuma... Este é um processo demoradíssimo... Vou com calma, divisão a divisão... Dou, e depois vejo que ainda posso dar mais... Mesmo assim ainda tenho muito para dar... Resultado de anos de armazenamento de tudo o que pudesse um dia faltar... (que raio de pensamento reducionista)... Cruzes! Tanta roupa para quando eu emagrecer... Roupa para quando engordar outra vez... Cai na real! O importante é ter roupa para vestir agora!
Este é o meu início...
E este é o fim do mundo que eu tinha... Quero sim um mundo novo! Quero sim ser cada dia melhor...
...

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

TV básica...


ou... decisão mesmo muito difícil foi a que eu tomei hoje:
- Passar de um pacote de TV - 35 canais, telefone (quase nunca utilizado) e internet para um pacotinho super básico e o mínimo que as operadoras oferecem: internet + TV 4 canais...
Ai... 4 canais... será que eu pensei bem?
Quero diminuir as horas de TV cá em casa... quero também diminuir o custo de uma coisa que não é fundamental na vida... Quero melhorar a nossa qualidade de vida e de relacionamento... mas 4 canais?
Bem... foi um passo... posso sempre aumentar o número de canais quando eu quiser...
Vai ser uma boa experiência! Ai vai vai!
...
Update: O filtro que eles trouxeram na cabia no local a ser colocado... Conclusão: não houve diminuição nos canais... apenas nos foi retirado o telefone e velocidade da internet...
Bolas, não é desta que me vejo a viver "sem televisão"...
:-P
...

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Saga Twilight... Breaking Dawn - II


... ou a desculpa única e perfeita para ir uma vez por ano ao cinema!
:-D
E tem sido mesmo assim!
Desde que estreou esta Saga... ou seja desde 2008 que temos ido, em grupo (de mulheres), no dia da ESTREIA, assistir ao filme do ano!...
E sim, é o meu filme do ano, ou seja, a minha ida ao cinema!
E hoje foi mais um dia destes: especial!
Critica ao último filme da Saga: Fantástico!
Gostei muito e voltarei a vê-lo quando sair em dvd...
Tenho só uma pena... o término de uma boa desculpa para ir ao cinema uma vez por ano...
Mas isso... arranjar-se-á, não?

Assim em modo de desabafo: quem diria que uma pessoa que ia ao cinema semana sim e semana sim, reduziria para uma vez por ano?...
Motivos? Financeiros e o filhote obvious (ou não obvious)... mas... Como as coisas mudam!... Como eu mudei! E como a vida mudou!... 
...

terça-feira, 6 de novembro de 2012

Pormenores...

... grandes pormenores que me azedam tanto que por vezes, tenho vontade de não existir...
... e simplesmente porque não sei lidar com eles...
... não sei lidar com o não esquecer, com a mágoa, com a revolta, com o ódio que corrói...
... não sei lidar com a crueldade humana, com o descaso da saúde do planeta, com a indiferença e maléfica irresponsabilidade pelas próprias acções...
com a falta de palavra, de profissionalismo, com a falta de responsabilização pelos danos causados...
E estamos nisto... Que mundo escola é este?
E o que precisamos aprender com tudo isto? 
...

domingo, 4 de novembro de 2012

Ando a pensar...

... seriamente na vida...
... e nas mudanças que poderia fazer....
... que iriam virar a minha vida de pernas para o ar...
... e infelizmente falta-me muita coragem para tal...
... mas a verdade é que me está a ser extremamente doloroso continuar a viver assim...

...

sábado, 3 de novembro de 2012

I feel grateful...


... mas queria tanto que tivesse sido diferente...
...

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Foi como um sonho!!


Foi mesmo!
Com pessoas muito especiais ao meu lado, foi uma emoção só!
Chegamos cedo, fomos jantar ao "Guedes" que me foi apresentado pelos meus adorados priminhos! Bela sande de pernil com queijo... deliciosa! Assim como a mousse! :-D 
Bem compostinha e preparadinha para ir para o Coliseu, lá fomos!
Chegamos cedo - mas não muito... Pusemo-nos num lugar bem estratégico - lá na frente a um metro das grades e ao mesmo tempo perto da saída!
E foi F-A-N-T-Á-S-T-I-C-O!!! M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O!!! Sem palavras...
Tantos anos a ouvir Ornatos, com tanta pena de nunca os ter visto ao vivo...
Quando começou o concerto, não contive as lágrimas de tanta emoção!
Cantei até a voz me doer! Cantei, pulei como já não me lembrava de o fazer!
E sabem que mais? Subi ao palco com um restrito grupo de sortudos na música "Pára-me agora"!
Acham que podia ter sido melhor? 
Pois eu acho que foi perfeito!
Um sonho tornado realidade!
E um sorrido tão grande que me iluminará sempre que eu nisto pensar!
São estes momentos tão especiais que nos dão força! 
Obrigada priminhos J. e G.! Obrigada amigos R. e M.! Obrigada meu companheiro G.!
Obrigada queridos Ornatos por nos terem dado esta oportunidade!
...

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Amanhã é o DIA!!!!


E vai ser um dia muito especial!!!!
Dia do tão esperado concerto dos meus Ornatos Violeta!!!
Ai ai ai aiiiiiiiii!
Que eu nem acredito!
É um sonho tornado realidade!
E eu acho que  nem vou acreditar!
Belisquem-me muito que eu já estou a vibrar!!!
E amanhã só espero que o tempo pare... e que dure muito muito muito para eu poder eternizar na minha memória e no meu coração!
:-)
...

domingo, 28 de outubro de 2012

Happy Weekend...


E foi exatamente isso que fiz este fim de semana!
Fui ao parque respirar o ar puro das árvores e depois fomos à praia ver o pôr do sol! O primeiro pôr do sol visto com o meu princepezinho! 
"O sol foi nanar atrás do mar..."
E como me sabem bem esses momentos, estas partilhas!
A-D-O-R-O!!
...

sábado, 20 de outubro de 2012

Adoro...


Mexer, remexer, destralhar... ver o meu "lixo" a ir embora e ainda por cima a fazer alguém feliz...
Mudar os móveis de lugar, dar assim uma reviravolta à energia de cada quarto, de cada divisão da casa...
E depois fico assim a olha para a obra prima... para a mudança... a estudar as melhorias...
E é tão bom!
:-)
...

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

O poder está cá dentro...

...

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Finalzinho de dia...


Estou na cama... a chuva a cair e a barriga a roncar...
Hum...
Vai um grego com umas bolachinas crocantes com sementes de girassol e passas...
Nhami...
E a ver a novela que me faz esquecer toda a turbulência da vida diária...
...

terça-feira, 16 de outubro de 2012

É mesmo isto!


Nem mais...
...

Bem contra o Mal

Bem... já vos disse onde trabalho e que é uma novela da vida real...
Pois as coisas não param de acontecer e... a verdade é que tenho ficado horas do meu sono com a minha cabeça às rodas por causa de toda a confusão, intriguices e preocupações com o futuro...
Assisto diariamente a uma luta do bem contra o mal...

(Eu só quero é que as pessoas sejam o mais profissional possível... e que me deixem no meu canto em paz...)

Também sei que no lado do mal as pessoas precisam de ajuda... Há aquelas doentes que, coitadas, simplesmente são más porque escolheram o lado errado... 
Depois há aquelas realmente mal formadas, que tentam destruir sem pensarem no bem comum... O que me surpreende mais é que essas mesmas pessoas são educadoras, são catequistas e deviam, acima de tudo, ser um exemplo de vida...

Puxa... como estamos rodeados de experiências amargas... de ilusões parvas que nos fazem sofrer...
A vida insiste em tentar que eu abra os olhos, que eu veja que afinal não temos todos boa índole... 
Porque resisto tanto?
...

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Gentes...


Porque será que eu tenho a nítida sensação de que regressei à época da inquisição, das guerras religiosas?
E porque será que quem mais prega a religião é quem menos a cumpre ou sabe cumprir?
Meu Deus!??
E eu que nada tenho com isso (será que não?) vejo-me assim metida entre fogo cruzado...
E onde está a bondade, fraternidade, união e irmandade pregada?

(Trabalho num centro paroquial...)
E sabem que mais? É uma novela na vida real...
A diferença é que não quero mesmo saber o que vai acontecer nos próximos episódios... Cansa...
...

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Aprendizagens


Aprendendo:
... que afinal existem pessoas mesmo más...
... que a diferença é marginalizada pelo todo...
... que para dar um passo à frente por vezes temos que dar dois para trás...
... que os maus profissionais são o cancro de uma organização...
...
... mas mais importante de tudo: quando queremos mesmo muito uma coisa e nos esforçarmos de alma e coração, é possível!
...

terça-feira, 9 de outubro de 2012

...

...

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

E deu-me para isto...

Não, não sei mesmo porque e quase nem como...
Sei que outro dia, na minha pequeníssima pausa para o almoço - que aproveito para passear um pouco pela Internet  - fui dar a uma página sobre Veganismo... (Ok, já me lembrei como: andava à procura de marcas de cosméticos que não fazem experimentação animal...).
Não conhecia o termo e nem a filosofia... nem sequer sabia que existia... Li e dai a pesquisar cada vez mais - é viciante a "sede" de querer saber mais e mais, ler mais e mais... pelo menos para mim é... - comecei a pensar MESMO em mudar de vida... 
Chocou-me imenso saber o processo de produção de leite, chocou-me saber que não há métodos humanos com os animais, ou melhor: os métodos são mesmo HUMANOS - se nessa palavra identificarmos a crueldade inerente à nossa raça... Afastam-se as crias das mães que sofrem como bichos e sugam-nas até ao tutano... Para não falar no modo artificial e forçado com que elas (vacas) engravidam... Oh meu Deus! Tem mesmo que ser assim? Ora vejam aqui o artigo!
E desde então que tenho pensado nisto da alimentação...
Acho que tornar-me vegan seria demasiado difícil e radical - assim de uma vez só... Por isso ando a pensar tornar-me primeiro vegetariana, aprender a fazer comida mais com essas bases -  que é coisa que eu não sei mesmo fazer... 
Mas encontro tantos obstáculos...
1º: Almoços e/ou jantares de família e/ou amigos;
2º: Custos desse tipo de alimentação: ainda não vi nada, mas o preconceito que eu tenho é que é mais caro...
3º: O meu pequenino - será que seria prejudicial para ele essa mudança?
4º: Não tenho apoio em casa para essa mudança, ou seja, o meu companheiro não quer saber nada disso...
5º: O meu almoço semanal é na cantina do local de trabalho que não tem opção vegetariana...
E encontraria mais algumas, mas uma mão cheia já me faz pensar duas vezes...
...

Ironia


Digam-me:
Como posso pretender ajudar pessoas a crescer se não consigo fazer-me crescer?
...

terça-feira, 11 de setembro de 2012

Bipolar


Para cima...
Para baixo...

Forte...
Fraca...

Feliz...
Triste...

Não aguento mais esta bipolaridade...
...

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Que ciclo...

...

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

O livro que ando a ler...

... e que me faz ficar cada vez mais infeliz...

...

domingo, 26 de agosto de 2012

Ando a pensar...

... que preciso de ajuda...
Por perto ninguém para me ouvir... o tempo é sempre contado, ou nem existe sequer disposição para isso...
Se sinto que, lamentavelmente, é triste, extremamente doloroso e solitário, facto é que, é uma realidade...
Acredito que, infelizmente, não só minha...
Se dói viver num mundo tão cheio de gente que não quer saber de nada... Yap... Dói...
Mas a dor pessoal é mesmo assim: afasta de nós quem se quer sentir bem...
E os doridos que fiquem sós e abandonados... afinal, quem é que os manda baixar os braços e deixarem-se sofrer? A culpa é deles não é?
A culpa é minha não é?
...

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Dores no peito

Todo (ou quase todo) o ser humano ama, respeita e quer ser como os seus pais...
Ou pelo menos a maioria expressa grande admiração, carinho, amor...
Eu gostava de também poder sentir isso... mas não consigo...
E tudo o que eu mais queria era descolar-me completamente de tudo o que os meus pais foram para mim... pois de tudo, fiquei com tudo de mau... fiquei um monstro que me odeia e odeia quem assim me fez ser...
Infelizmente vejo-me a repetir toda a merd@...
...

Não tem sido fácil...

...nada fácil lidar comigo, estar comigo...
Queria tanto ser diferente, ter sido diferente, fazer diferente...
Sinto-me presa dentro de todo um passado, dentro de tanto ódio que me corrói e magoa todos os dias...
Queria limpar-me, livrar-me de sentimentos que só me fazem mal a mim... mas a mágoa é tão grande...
E nunca pensei estar onde estou hoje, nunca pensei em me tornar nisto...
E pensar em morte ocupa muito mais do meu tempo do que pensar em vida...
E tudo o que eu queria era um recomeço longe, um recomeço sem ninguém por perto que me lembre toda a minha dor...
Quando se é criada com um amor condicional, quando não se tem um porto seguro aonde nos refugiar nas tempestades mais difíceis, quando se tem pais tão egoístas que não vêem mais do que o próprio umbigo... perde-se tudo... eu perdi tudo...
Eu perdi-me...
E não consigo encontrar-me mais...
...

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Ainda estou por aqui...


Cansada... mas tentando...
...

quarta-feira, 11 de julho de 2012

E hoje...


... fiz as primeiras batatas gratinadas da minha vida!
E no microondas...
E até ficaram deliciosas!
:-)
...

A vida...

...

terça-feira, 3 de julho de 2012

So, think right...

...

domingo, 1 de julho de 2012

Novas viagens gastronómicas...

Este fim de semana a minha amiga Bimby não parou...
E hoje foi, finalmente, dia de iniciar-me na confecção de uma receitita mais elaborada.
Ontem foi: bolo, limonada e iogurte.
Hoje foi sopa, e o almoço: almôndegas de lentilhas com molho de tomate.


A confecção...


O resultado!
Demorou mas valeu a pena!


A sobremesa: melão com o iogurte da Bimby!
Bem bom!
:-)
E eu gosto de cozinhar e experimentar coisas novas...
Gostava também que o meu pequenito não fosse tão esquisito para querer comê-las...
...

quarta-feira, 27 de junho de 2012

Perdida...


Se tenho dias de optimismo, em que quero mudar e ainda consigo acreditar um bocadinho nisso, a maior parte do meu precioso tempo desperdiço com desesperança, olhar baço e um sorriso triste...

Se caminho para a felicidade? 
O que é isso?
:-(
...

Pssstt...


Tens alguma noção de que a nossa relação já terminou?
...
Então porque é que ainda estamos juntos?
...

terça-feira, 12 de junho de 2012

Um dia inteiro em depressão e os sinais...


Pois foi... foi um dia inteirinho... completamente desperdiçado em lágrimas... em arrependimentos... em culpabilizações e em frustrações...
Tanto tempo (5 dias) a querer o desejado fim de semana (que são apenas 2 dias), para passar um desses dias na cama, entre lágrimas e maus pensamentos...
Haja paciência!...
E heis que, no fim do dia, a leitura dos "meus" blogs para me distrair me leva ao que eu tanto procuro (já publicado em Maio):

"A Arte e a Ciência para Educar Crianças Felizes".

É isto!

Porque para quem começa a considerar-se um caso perdido, afinal existem luzes... Sim, luzes no mundo que nos guiam para fora da escuridão...
E como eu gosto de sinais! E como eu gosto de estar atenta a eles!
E encontrei um curso que, apesar de já ter iniciado, eu gostaria muito de participar... e toca a movimentar nesse sentido...
E heis que o curso nem tinha começado na data prevista.
E heis que eu pude me inscrever mesmo a tempo de o apanhar todinho!
E tão feliz que eu fiquei!
E heis que isto é mesmo uma lufada de ar fresco na minha vida!

E foi!
Foi hoje e foi muito bom!
E eu tenho muito que aprender!
E mais importante ainda: eu quero muito aprender...
Serei capaz de fazer frente e/ou contrariar a minha genética?
Pelo menos vou tentar...

Obrigada Magda por seres uma luz!
...

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Sempre:

...

Ainda bem...

... que os meus dias começam e terminam sempre da melhor maneira possível:
Com o sorriso do meu pequenito!...


E aí sim, sinto que a vida vale a pena...
...

domingo, 13 de maio de 2012

De facto...

...

quinta-feira, 10 de maio de 2012

Meu ponto fraco...


Por favor vida, tudo de mal a mim...
Nada de mal a ele...
Por favor...
Eu aguentarei tudo... tudo em mim...
Nada a ele...
Por favor...

* Minhas preçes hoje e sempre...
...

Se eu soubesse por onde começar...


Ponto um: Não sei ser feliz!
Há alguém, faculdade, instituição que ensine a ser feliz?
Mas a ser feliz a sério? De dentro? Dentrinho do peito...

Tento, tenho tentado desde sempre...
Desde sempre não... mas já há algum tempo...
Desde que tive consciência de que sou um dos maiores exemplos para o meu filho...

Não, não é isto que eu quero para ele...
E já me arrependi tantas vezes de ter sido mãe porque não me acho capaz de conseguir fazer alguém feliz...
Mas estes são os meus pensamentos derrotistas...

Depois vem a fase da força... e continuo a tentar...
Não é linear...
Vem sempre alguma coisa para me deitar abaixo...
E eu, infelizmente, vou-me sempre abaixo...
E hiberno...
E afasto-me...
E sinto-me a pessoa mais sozinha do mundo...

E agora tento me levantar... mas continuo sozinha...
...
E pelos vistos é assim mesmo que eu tenho que conseguir estar... sozinha...
Porque afinal, apesar de todos os sonhos, sonhos não são realidades...
E a realidade é dura...
Dura a luta diária para mudar quem se é...
Tão dura que dias e dias desisto de mim...
E tenho tanto para dizer, para contar, para explodir...
Mas não quero abrir meu coração... Porque afinal, estou tão sozinha que dói...
Mas eu devo merecer...
E é só isso que me ocorre...
...

domingo, 6 de maio de 2012

Today...

...

terça-feira, 24 de abril de 2012

Conhecimento

O que eu queria ser uma enciclopédia do saber!...
O que eu gostava de ter tirado os mais variados cursos para saber viver...
Mas será que tanto conhecimento iria adiantar?
Se eu não sei ser feliz, nunca me daria por satisfeita...

Mas que eu gostava, ah isso gostava...
Tipo assim:
Nutrição - para saber como comer, o que comer, quantidades... mas mais importante: poder dar uma alimentação saudável...
+
Curso profissional de cozinha - claro! Que adianta o saber o que comer se não se souber fazer... Vá lá que vou inventando e descobrindo novas receitas... E claro, com a ajuda da D. Bimby torna-se muita coisa mais fácil...

E estes dois são neste momento o que eu sinto mais falta... Talvez porque a minha alimentação esteja a ser completamente negligenciada... Talvez porque esteja a alimentar o meu bebé com comidinhas de plástico...
E esta falta de regras alimentares saudáveis anda-me a "matar"...
...

segunda-feira, 23 de abril de 2012

Medo...


Porque sinto tanto medo de ficar sozinha?
Sinto-me completamente anormal, presa a um medo que não me deixa viver em paz...
E é mesmo isso... não consigo mesmo viver em paz...
...

sexta-feira, 30 de março de 2012

Mudanças...


A minha vida tem tido tantas reviravoltas...
E eu só queria ser mais constante e consistente nos meus sentimentos e pensamentos...
Mutabilidade... instabilidade... tudo características que eu dispensaria de bom grado...
...

segunda-feira, 19 de março de 2012

...

...

segunda-feira, 12 de março de 2012

Catastrofização

Pormenor: repararam na catastrofização feita no post anterior?
Pois... Erro cognitivo...

Correção: fazer a minha parte por um mundo melhor: reciclagem, poupança de energia... e aproveitar ao máximo este tempo maravilhoso...
Pensar demais, por vezes, não traz nenhum benefício...

Serão estes os casos?
Fico sempre na dúvida se isso não será varrer para debaixo do tapete...
...

domingo, 11 de março de 2012

Do bom tempo...

Adoro... mas adoro mesmo...
E acho que o mundo adora... toda gente adora este tempo quente fora de época...
E digo mais... se pudesse ter sempre este tempinho quente, tropical por esta terra então, era um sonho tornado realidade!
Este tempo traz movimento, boas energias, respira-se já a primavera e também verão antecipados...
Anda tudo na rua, praia... qualidade de vida!
Maravilha...

Por outro lado, penso que isto é assustador...
Não podemos fechar os olhos e não ver o que isto quer realmente dizer...
Mudanças drásticas destas no clima só podem ser sinal de anormalidade no planeta...
Dever-se-á ao aquecimento global?
Sem dúvida...
Estará o fim do mundo mais próximo do que aquilo que a gente pensa?

Senão, pensem comigo:
Calor no inverno - folhas, plantas, florestas mais secas / agricultura destruida e reduzida aos produtos que não se importam com o calor - maior probabilidade de incêndios agora e no verão - menor fotossintese efectuada pelas plantas secas - menor percentagem de oxigénio produzido - também menor quantidade de água nos rios e consequentemente barragens - impossibilidade de gerar electricidade...

Não vai ser fácil, pois não?
...

Compromisso? Aceito... mas, o que é isso?


Compromisso é a forma, pública ou não, de se vincular ou assumir uma obrigação com alguém, com algum objetivo. Há diversos tipos de compromissos, como por exemplo: compromisso religioso,compromisso amorosocompromisso de negócios.
Compromisso é, portanto, uma responsabilidade adquirida em virtude de uma afirmação verbal ou escrita, feita por nós mesmos.
A expressão "ter um compromisso" significa estar ocupado em uma data, ou ter um vínculo ou acordo com alguém.
A palavra deriva de "promessa", ou seja, "com promessa". Quer dizer que quando há um compromisso há uma promessa.
O ser humano é mutável...
E a vida está sempre, sempre a mudar...
É viável, hoje em dia, assumir-se compromissos que depois não se cumprem?
Acho que se assume demais, e levianamente porque, afinal amanhã é facil desfazer-se o que quer que seja...
Antigamente, cumpria-se a palavra dada. E essa tinha peso e importância.
Tudo era uma questão de honra.
Agora... onde é que isso andará?
Os tempos mudam... e a palavra já não vale nada...
Será que ainda vale a pena acreditar nos compromissos?
...