quinta-feira, 4 de junho de 2009

"Tu és feliz?"


Sou feliz? Quando é que eu me sinto feliz??

Quando me perguntam se eu sou feliz, a minha resposta instantânea é: sim, sou feliz!

Tenho uma família maravilhosa que me apoia e ama incondicionalmente, tenho amigos de vida e coração - que apesar de eu ser uma desnaturada de primeira, compreendem e esperam por mim... Tenho tecto, alimentação, vestuário, educação...

Sim, sou muito feliz!!! Sou uma sortuda!!!

Intimamente encontro momentos de felicidade mas nem sempre estou feliz...

Choro muitas vezes, sinto-me pequenina... sinto-me um falhanço por não lutar pelo que realmente quero... espero o melhor momento que nunca mais chega... espero que o meu medo deixe de existir para eu poder deixar os comprimidos e começar a viver... Esqueço que a viver já estou e que o tempo que passa não volta atrás...
Gostava que o medo fosse uma coisa que facilmente desaparece... mas não... é simplesmente uma emoção de protecção que faz parte do rol de sentimentos normais, tais como alegria, tristeza, cansaço, amor... Mas quando exacerbado traz desespero, incapacidade, impotência e descrédito...
Ele tirou-me muita vida, e por conseguinte, muitos momentos de felicidade...
Neste momento não estou a alimentá-lo... quero ver se ele se cansa... quero ganhar esta batalha... gostava de voltar ao que eu era... sei não ser possível... mas se ao menos conseguisse ser mais positiva, mais segura, mais alegre interiormente...

À superfície... acho que estou um pouco poluida de negativismos e pessimismos...
No fundo, sim... sou feliz... MUITO!!!

4 comentários:

Cris disse...

Concluir que se é feliz, muito feliz, é uma vitória. É ser positiva.
Beijoca grande.

Anita* disse...

(...) em equilibrio, e a fazer bolinhas de sabão ツ

lu disse...

Nini.... eu sei que sou chata e às vezes parte dos teus momentos duvida e insatisfação.. mas já se sabe, o ser feliz é bom mesmo tendo consciência das nuvens que temos de mandar embora!!! :P

Cátia disse...

Muitas vezes existe núvens e poluição à superficie que nos tolda a visão de nós mesmos... vem o medo... De viver, de estar, de não conseguir. Mas quem melhor que o sol que temos em nós para furar entre as núvens? Deixa que esses raios te iluminem o coração para que possas ser total e verdadeiramente feliz.

Xi